Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Do folclore político de Jambom

Os jumentos endinheirados...

Contam os mais chegados aquele político que virou mito, que quando de uma das mais acirradas campanhas da qual ele participou que foi no inicio do século, a vigilância por parte da oposição era marcada. O homem não dava um passo e tinha sempre um cabra da oposição como a impedir que ele fizesse alguma doação em mãos aos eleitores configurando assim a compra de votos. 


"-Dinheiro ele não colocará na mão de ninguém, gritavam os adversários!" E espalharam olheiros em todos os cantos aonde o homem fosse.  Não davam trégua! O homem não podia nem dar um bom dia, boa tarde, boa noite. O cumprimento tinha que ser à distância. "-Oi seu José como é que vaí? -Tudo bom dona Maria, como está a sua famia"? Era assim, tudo a distância. O carisma do cara era tanto que (como todos sabemos não mais nos dias de hoje, mais tempos atrás todo sertanejo tinha um jegue encangalhado no terreiro para pequenos serviços) antes de sair o político se dirigia até o jeguinho fazia alguns elogios em voz alta como se a querer ser ouvido pelo dono e depois ia para a próxima visita.

Não deu outra. Passados a campanha disputadíssima veio a eleição e o danado ganhou de lavada.. 

Ninguém entendia como o mesmo tinha conseguido tal proeza. Dinheiro ele não tinha tido oportunidade de dar a ninguém. Tinha sido vigiado dia e noite. Não tocara na mão de nenhum eleitor. Como assim? Teriam votados somente pelo carisma? Iriam receber a posteriori?

Que nada! Conta a história que no finalzinho do dia quando o sertanejo ia recolher a cangalha do jegue, ao soltar a "sia", corda que prende o engenho ao animal, caia um pequeno embrulho a seus pés. Ao abrir a surpresa: Enrolado em um santinho com os números do candidato, o tal dinheiro que o mesmo não pudera entregar em mãos. É... A política de Jambonense já foi um tanto mais séria, mesmo quando até jegue era cabo eleitoral.


Tenho dito... E sempre!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário