Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

domingo, 27 de janeiro de 2013

Da série: Políticos e mitos...

Conta-se que aquele político que virou mito em sucupira, quando de uma audiência em que um munícipe tinha movido ação na justiça contra o município e chegado o dia da audiência, fora até a residência do autor da ação, com o intento de amolecer o coração ignorante do mesmo visando um acordo adocicado para o poder público é claro...

Pois bem: Em lá chegando de manhãzinha muito cedo encontrara o caboclo vestido em seus trajes sublimes já pronto para ir ao foro... Desceu do carro, deu bom dia e todo serelepe e cheio de intimidades correu saudações por toda a prole, esposa e o dono da casa, sendo que deste último não ouvira uma palavra qualquer... Fora ignorado de todo o feito...

Pois bem 2: Diante de tanta insistência, o cabôco resolveu responder um bom dia...

Pois bem 3: Tinha sido quebrado o gelo... Agora ficaria fácil adiantar a conversa, pensou o político..

Pois bem 4: Sem muita receptividade e se fazendo um pouco de besta como sem saber por exemplo que aquele dia era o da audiência pois-se a perguntar os afazeres do mesmo para aquela data...

Pois bem 5: Depois de alguns minutos a resposta um tanto seca:

Pois bem 6: -Vou fazer nada não hoje seu dôtô... Hoje vou ao palácio da justiça... Tem uma audiência com o senhor juíz... O senhor deveria está sabendo disso, pois não...

Pois bem 7: Era tudo que o astuto ícone político queria ouvir...

Pois bem 8: -Mas não é assim que se deve apresentar diante de uma autoridade... O amigo deveria ir mais bem vestido... Asseverou o danado...

Pois bem 9: -Não tem jeito não senhor... Vou assim mesmo! É melhor que tenho no fundo da malota... Estou vestido com meu melhor traje...

Pois bem 10: Não pode... Entre no meu carro e vamos ali rapidinho... A reunião só começa às dez... 

Pois bem 11: O cabôco resistiu... resistiu... e resisitiu... Mas diante da inssistência (a carne é fraca mesmo) acabou adentrando no veículo que parou diante da mais importante loje de roupas e sapados de sucupira...

Pois bem 12: Não poupou a carteira e deu um banho de loja no cabra... 

Pois bem 13: Fez questão de deixá-lo em casa...

Pois bem 14: Agora tome um banho e se arrume para ir falar com o doutor juíz... Ficou a esperar...

Pois bem 15: Quinze minutos sai na salinha da frente da casa o caboco todo arrumado, penteado e cheirando a penteadeira de cigana... Todo Feliz... 

Pois bem 16: O astuto político o olha de cima a baixo e diz:

Pois bem 17: -Agora sim... Agora o senhor está vestido da maneira apropriada para ir falar com a autoridade da lei...

Pois bem 18: Entre no carro que é para não suar... Deixo-o na calçada do palácio judicial... 

Pois bem 19: E deixou...

Pois bem 20: Meia hora depois adentram o cabôco autor da ação e o representante do município...

Pois bem 21: Agora cê imagina o diálogo lá dentro depois de lido todas as peças do auto...

Tenho dito... E sempre!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário