Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

domingo, 11 de agosto de 2013

Da série: Não tem jeito, o bicho pegou...

Para os adolescentes que hoje em dia já começam seus namoricos aos doze ou treze anos atenção redobrada.

Nos os incriminarei. Nem atirarei a primeira pedra... Os corações e emoções palpitantes quando o assunto é paixões, mesmo que pueris afloram nesta idade mesmo...

Eu começei a namorar mais ou menos nesta idade e este namoro durou uns quatro anos. Só que tem um detalhe: Era um namoro de mão única. Devido minha timidez oceânica nunca tivera coragem de me declarar para a princesa que aquecera meus sonhos e sonos de adolescente durante estes longos quatro anos.

Até que enfim o castelo de sonhos se desmoronara: Ela soube através de um fuxico feito por amigo (da onça) de extrema confiança a quem eu tinha recentemente entregado meu segredo sentimental.

A amada mandou terminar na hora... Para minha ruína sentimental e pessoal. E ainda fizera o maior escândalo. Foi uma decepção em tanto.

Hoje o cabrito de outrora se vê na condição de bode velho Pai de Chiqueiro, tenso e preocupado... É que os cabritinhos da era moderna estão a espreita. Do lado de cá, um conservador velho não deseja suas cabritas vivendo a atualidade sem timidez que chega e pergunta: -Pai! Posso paquerar pegando na mão e dando um selinho?

Poooooooode um negócio desses?

Tenho dito... E sempre!!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário