Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Enfim o progresso!!!

-E Odorico não proferiria discurso melhor...

-E como é prafentemente que se anda... andemos de mãos dadas... Rumo ao progresso, que ao que parece, chegou bem antes de nossas intenções...

-É inegavelmente, inegável e que ninguém negue, não há dúvidas que o progresso futurista que em outras urbes maior já chegou no passado, correu em altíssima velocidade e nos chega no presente, antecipando antecipadamente o futuro que nunca desejamos vivenciar...

-Mas deixando de lado os entretantos e partindo pro finalmente, eis que, os sinais agora vividos no presentemente momento de convulsão social em que está afogada a outrora tranquila e pacata população sucupirana, não nos deixa dúvida.

-O futuro e o progresso são agora... Nada de aguardar... Ora bolas pois então... Senão vejamos, dois pontos, abre aspas e travessão...

-Já fora dito aqui e em outras demosucupiranas tribunas deste reino que à exceção do sistema arrecadatório governamental que se encontra na vanguarda da sistemática e moderna gestão dos governos que se encontram e se revesam no poder, os demais serviços, como educação, saúde e segurança se encontram estacionados tal qual a época de Moisés, que grafou  um ditado Divino ou seja, os dez artigos de lei em pedra. 

É como fazem atualmente os mestres docentes. Tal qual os barbeiros de outrora que iniciaram os procedimentos da medicina, caminha a saúde. E quem não se enquadra na legislação vigente ainda vai parar nas masmorras modernas chamadas de presídios.

-E o povo embasbacado, ébrio e hipnotizado pelo efeito da pílula azul, assiste alheio à chegada deste progresso nada progressista. Muito pelo contrário: Regressista... regresissista... regrescente... e todos ...scentes que se possa agregar ao assunto.

-Enquanto o representante do ministério privado, tenta aplicar lei federal, dentro de um condado, procurando cabelo em sapo, e exigindo aos condutores de velocípede que usem chapéu, outro segmento usa a cabeça, age a faz (mesmo que fora da lei) resultados positivados, positivos, apesar de negativo para o balanço contábil das instituições do capital.

-Tamos ou num tamos ainda vivendo como Moisés?

-Acho que tamu!!!

A burguesia se encastela e come seu caviar. Nun tá nem aí para o que se passa la embaixo...

Os plebeus e vassalos ficam atônitos, e, sem poder fazer quase nada, se perguntam: "-Aonde vamos parar?"

-Em lugar nenhum ora!!! Já estamos parados faz mais de cinco séculos... Nem andamos. Como podemos parar? Respondo indignado diante de minha "pequena" sabedoria Salomônica!

-E assim caminhamos... Ou melhor, rastejamos...

-Rastejem-me os bons!!!


Tenho dito... E sempre!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário