Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Trolólós... @%&*#@!!!!

O especialista é um homem que sabe cada vez mais sobre cada vez menos, e por fim acaba sabendo tudo sobre nada.
                                                                                                       (George Bernard Shaw)
Pois bem: Sou da época em que adentrávamos à faculdade para aprendermos a fazer algo. Adquirirmos uma profissão. Fosse qual fosse a área, lá se ensinava o ofício.
Depois se o cabra quisesse uma especialização a história era outra. Aí vinha as pós, os phs e por aí vai... Dizem não sei ao certo, que daí para adiante tinha até que fazer uma tal de monografia. Não sei que diabos é isso e nem para que serve. Nada demais para um cavalo que já se encontra com os dentes a cair...
Hoje não... Hoje a história é outra... Há os aspirantes a doutores e a especialistas, que nem fizeram a matrícula no primeiro período e já iniciam a tal monografia. Dizem que é um pesadelo. Uma coisa sem fim... Uma gestação em sessenta meses... Uns dizem até que dói para daná...
É que o mercado do conhecimento está escravizando as mentes, bem e principalmente as más intencionadas...
É preciso ser especialista, mesmo que tais especializações não contribua em nada, nadica de nada, para o melhoramento da sociedade... É somente para fazer circular o vil metal de mãos, ou melhor de conta em conta... e alimentar os egos vazios que adoram encadernar diplomas e mais diplomas...
Aí depois é só sair falando difícil, mesmo que não seja intendido... Quê importa? Importa mesmo é os títulos. A começar pelo de eleitor...
E quem não entra no sistema, fica para trás... Estou na lanterna... Quê importa também... Já dizia as palavras bíblicas: "-Os últimos serão os primeiros..."
Não tenho mais saco nem paciência para esta cantinela...  Deixo a estrada livre para os dôtôres e especialistas seguirem na frente. Vou puxar minha carrocinha devagarzinho aqui na retaguarda...
Nada de frase, orações e períodos compridos e ininteligíveis. Meu público só entende o básico...
E tem mais: Não disponho de capital suficiente para adquirir tais preciosidades conhecimentórias como diria Odorico.... Fico aqui a relinchar meu protesto rudimentar... Fazer o quê?
Para morrer burro meu curso de carta de ABC e a introdução à aritimética, já é o suficiente.
Tenho dito... E sempre!!!
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário