Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Na contramão...

Triste época! É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito”
(Albert Einstein)


As sábias palavras do grande físico alemão do século passado estão mais atuais do que nunca. Num mundo de interatividade e de comunicação instantâneas em que trocamos informações à velocidade do pensamento, a quebra de preconceito está muito distante do que prega e imagina nossa vã imaginação.

Se não imaginemos: Prega-se o politicamente correto aos quatro ventos, mas nos perdemos nas pequenas atitudes cotidianas. É um bom dia ao de cor e classe social diferente da nossa que negamos... Um favor ou gentileza mínima que seja que deixamos de prestar ao nosso irmão mais necessitado... E muitas... Mas muitas coisas... Pequeninas!!! Diriam alguns... Mas são justamente estas pequenas atitudes quase imperceptíveis que demonstram o tamanho do nosso preconceito.

Isso mesmo! Atiremos a primeira pedra... A humanidade apesar dos tropeços nos últimos milênios e dos apelos de philósofos e pensadores ainda não aprendeu a lição básica de civilidade, fraternidade e irmandade... O tripé sustentáculo de uma caminhada sem preconceitos, por assim dizer.

A ciência avançou a passos largos... Chegamos à era da nanotecnologia... Fomos ao interior da menor parte do ser vivo e também da matéria. Célula e átomos não são mais segredos para a humanidade. E não fora fácil chegar a onde chegamos, no entanto o mais difícil ainda não o fizemos...

Apesar dos avanços ainda caminhamos na época da barbárie quando o assunto é convivência social. E infelizmente não há horizontes de esperanças, pois em uma proporção inversa quanto mais avançamos rumo ao progresso científico mais regredimos e discriminamos o que abaixo de nós se encontra. Infeizmente... A sociedade caminha na contramão do progresso quando o assunto é entender e aceitar os nossos menores no quesito classe social. E poucos se deram conta disso...


Tenho dito... E sempre!!!

P.S: Auxílio de trabalho escolar da primeirinha, na disciplina de ética.

Nenhum comentário:

Postar um comentário