Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Shutdown no essence?

Imagine um pai de família com esposa, filhos e com um salário X.

Imaginou?

Imagine que o salário deste não é lá estas coisas e com dificuldades ele paga as despesas básicas e essenciais da casa, não sobra nada para a poupança e a mulher ainda que usar cosméticos caros e de qualidade e os filhos querem mais recreação e entretenimento.

Imaginou?

Pois bem: Imagine agora que para adquirir os supérfluos ele esteja utilizando todo o limite de seu cartão de crédito.

Imaginou?

Imagine também que a fatura está tão alta que não dá mais para honrar no final do mês.

Imaginou?

Imagine que ele vai à administradora do cartão pedir um aumento do limite, mas a esposa não quer assinar o novo contrato para obter este aumento de crédito.

Imaginou?

Agora imagine que o marido se volta para a mulher e diz: 
-Ah tá! Então é assim não é? Pois de hoje em diante corto da fatura os cosméticos, o cabeleireiro, o cinema das crianças, a viagem de férias, a internet o celular...

Imaginou?

Agora imagine que diante de tudo isso a mulher se volte para o marido e diga: 
-Ah tá! Então é assim não é? Pois pode se preparar pois de hoje em diante vou ter dor de cabeça toda noite.

Imaginou?

Se imaginou tudo isso, pode levantar a cabeça, olhar para cima da linha do Equador, no quadrante ocidental do globo e esperar nas próximas horas isso acontecer na "grande família"...

Olhou: E o amigo imagina como uma família nestas condições se relaciona não é mesmo. A mulher vai procurar analgésico na "Drogstore Ricards", o homem vai tomar anti depressivo, os filhos vão olhar através da janela com binóculos chingling a filha do outro vizinho se trocando no quarto e tudo vira uma esculhambação... Ou seria uma rearrumação...

Tenho dito... E sempre!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário