Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Vespasianos modernos...

Corria o ano 79 d.C, quando Vespasiano, o imperador do império já em decadência do seu leito de morte chamou Tito seu filho e sucessor imediato para uma conversa ao pé de ouvido.

Disse-lhe ele, Vespasiano: "-Tito meu filho... Cônscio que estou de que os deuses do olimpo me chamarão brevemente, ordeno-te que tempestivamente conclua abra do grande palco e teatro da arena Coliseum.  Sabe filho? Ela trará muitas alegrias e o povo não se rebelarás contra ti. A memória infinita do porvir fará com que sejamos lembrados por toda a posteriadade..."

-Ora... ora... profano escriba... Lá vem vós novamente com estas conversas abestaiadas e... Como podes ó vós escriba saber detalhes deste diálogo entre o grande imperador e seu filho? Não responda...

-Era eu um pretoriano... Estava a serviço da guarda imperial e ouvi tudo direitinho. Do jeito que estou a descrever agora... 

Pois bem: Já naquela época os governantes sabiam que entre um hospital de qualidade, uma escola ou qualquer outro equipamento urbanístico de uso coletivo e que oferecesse serventia de verdade à população, esta mesma população, medíocre, ordinária, imbecil, futil e ah... deixa pra lá. Não vou gastar meu português em buscar adjetivos para des'qualificar esta gente que prefere circo e pão à oficina de modelação da personalidade. Tô furioso. E quero destilar toda minha angústia e revolta hoje... Apenas hoje... Amanhã é natal...

Pois bem 2: Estamos vivenciando a mesma situação. Uma instituição (FIFA da p...) vem lá da casa do c... montar seu circo de futilidade não banca um centavo de nada e os Vespasianos do momento ainda torram o suado dinheirim do imposto gerado pelo cidadão eleitor contribuinte (Royalties para Helio Fernandes da Tribuna da Imprensa) montando estas arenas que em nada servirão para melhorar a qualidade de vida e a cultura desta já desculturada população de zumbis alienados.

É o fim da picada. Nos bastidores, escravos, digo... digos... operários vão perdendo vidas em jornadas extenuantes de trabalho para dar lucros aos mercenários detentores dos direitos de exposição do expetáculo...

E com dor ou sem dor... Tito inaugurará o conjunto (agora não é só uma. são várias) de arenas coliseuns... E para dar rentabilidade maior, nem precisará de cem dias de festas. Bastará pouco mais de um mês...



Tenho dito... E sempre!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário