Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

sábado, 12 de julho de 2014

Manipuladores do Tempo...


...queria ser um... Para poder voltar a ver o número quarenta e seis apenas como uma imagem de um garoto correndo atrás do caminhão, querendo alcançá-lo e não agora como um cara que está a descer a ladeira na banguela e quase sem freio... 




Mas infelizmente isso não é tão fácil assim... Quarenta e seis agora é isso mesmo que todos já sabem... Não adianta esconder...



Mas e se o grande Chico Anísio (... clique aqui para aentender melhor...)  estivesse certo, ou pelo menos seu desejo tivesse sido motivo de pesquisa científica e já pudessemos manipular o tempo, ou quem sabe poder virá-lo pelo avesso, as coisas seriam mais ou menos assim:

A estas alturas da vida eu já teria saído da aposentadoria e entrado no mercado de trabalho... Estaria em ascenção de vigor físico para cuidar dos filhos crianças que me viriam... Andando no tempo para trás, mas de frente, com certeza cada vez mais cheio de gas, vitalidade e experiência iria dar pausa nos momentos gloriosos, aproveitar o clímax das trocas de energias eternizando os des'acertos para quem sabe talvez pular etapas de erros e atos impensados doutrora...

No rumo certo graças à bussola da vida em reverso constante rumo à inspiração divina, saltando os momentos de tropeços e imprevidência, adentraria à juventude com uma beleza stonteante (ah... espelho... espelho meu...) vivendo uma vida saudável, alegre e de esperanças... Não esperanças de um envelhecimento, mas esperanças de um rejuvenescimento... Como seria bom adentrar à esta fase da vida com a carga de conhecimento e práticas ganhos durante toda uma vida...

Descendo cada vez mais, sairia da faculdade, para o ensino de segudo grau, depois o primeiro grau até adentrar de cabeça erguida ao jardim da infância e num ato pueril roubar uma Fulô... Daí em diante era continuar para trás e correr pelos campos voltando à idade de criança... Com equilibrio dos mestres enfrentaria os problemas domésiticos de cabeça levantada e talvez até os ajudasse a superá-los... Novamente daria um salto na fita para acordar em plano superior...

Refazeria os planos para novamente voltar no tempo e quando nos moldes carnais faria tudo... mas tudo tudo... bem diferente... Para corrigir... Quem sabe... Este mundo tão desmantelado... Utopia? Sonhar não custa nada... 

Tenho dito... E sempre!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário