Vejam a velocidade com que os governos levam nosso suado dinheirim...

domingo, 24 de agosto de 2014

Palmatória do mundo... eu sou uma...

Pois bem: Quando os helênicos fundaram os princípios básicos da democracia, deveriam ter colocado como pré requisito para um povo viver em uma, que antes de mais nada, toda a população fosse provida de ética, escrúpulo e espírito de fraternidade na mais alta amplitude que se possa imaginar senão:

Não preenchendo os requisitos acima, ao meu ver, qualquer agrupamento de pessoas deveria mesmo era viver sob o julgo da mais cruel tirania. Pronto falei...

E vamos às razões para meu pensar "torto" mas convicto de ser um necessário pensar...

Analisando a propaganda e o apelo dos candidatos em especial aos cargos do legislativo nas escalas estaduais e federal ouvimos pérolas mais ou menos assim.

-Preciso do seu apoio!!! Ajude fulano para que ele ajude sicrano (talvez os parentes e apaniguados)

Ora, se o cara já chega dizendo que precisa de apoio, é por que ele anda mal das pernas. Como irá ajudar. Há um paradoxo nesta hipotética situação.

Se uma democracia é um regime de governo que emana do povo, o político não precisa de apoio para ser temporariamente o representante deste. Só precisa da outorga. E esta mesma outorga se dá através do voto que deve ser um ato de confiança deste mesmo povo para alguém ético, honesto e justo lho representar nas instâncias governamentais e legislativas., nas mais variadas escalas do sistema politico da nação. Nada mais que isso.

Aí temos cinco séculos de história escabrosa, de atos vís, protagonizados pelos representantes deste mesmo povo. Povo este que vive a reclamar de seus representantes, mas que não tem coragem de se olhar no espelho para ver que o ladrão, o corrupto, o antiético e o inescrupuloso que o representa é sua imagem no poder. Pede castigo para ele. Pede cadeia, açoite, pede tudo para o seu representante, que totalmente desprovido das qualidades para o bem representar faz somente o que faria o seu representado.

Fechando o looping do argumento vamos dar de cara bem no início de minhas mal traçadas linas. A necessidade de um governo da mais pura e ferrenha tirania: Cadeia, açoite, castigo, tudo. Mas tudo mesmo para o culpado maior de todo este estado de coisas: O povo. Isso mesmo. Aí depois de apanhar bastante, talvez aprenda a por em prática na vida todas as qualidades inexistentes em seus representantes que não mais serão os de agora cheio de vícios, mas sim, de virtudes. Aí sim. Estaremos prontos para vivermos uma democracia plena!!!

Tenho dito... E sempre!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário